1. FKB
  2. Artigo
  3. Por que pensar em saneamento basico

Contato Rapido

MENU
Erro na Linha: #35 :: Undefined offset: 0
/home2/fkbvalvulas/public_html/themes/oficial/artigo.php
Erro na Linha: #35 :: Undefined offset: 0
/home2/fkbvalvulas/public_html/themes/oficial/artigo.php
FKB

Por que pensar em Saneamento Básico?

Mesmo com relação à água, ainda são 2,1 bilhões de pessoas - 27% dos habitantes do planeta - que não são atendidos por suprimento de água potável.

Por Dia

Por que pensar em Saneamento Básico?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhe no Facebook00
  • Compartilhe no Google Plus00
  • Compartilhe no Twitter

Cerca de 4,5 bilhões de pessoas em todo o planeta ainda não têm acesso ao saneamento básico. A América Latina conta com 389 milhões de habitantes em áreas urbanas, dos quais 10% ainda não possuem água potável em suas residências e 14% não dispõem de solução adequada para os efluentes líquidos. Os números refletem a situação da maior parte dos países pobres e em desenvolvimento, nos quais parte significativa de seus habitantes, que juntos perfazem cerca de 60% da população mundial, ainda não dispõem de acesso regular a tratamento de água e/ou esgoto. Mesmo com relação à água, ainda são 2,1 bilhões de pessoas - 27% dos habitantes do planeta - que não são atendidos por suprimento de água potável.

No Brasil, por exemplo, quase metade da população, mais de 100 milhões de pessoas, utilizam medidas alternativas para lidar com os dejetos, muitas vezes jogando o esgoto diretamente em rios. E 34 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada.

Veja sete motivos para você começar a pensar em Saneamento Básico:

1. Melhora a saúde: Investir em saneamento é diminuir a incidência de doenças como dengue, diarréia, infecções gastrintestinais e leptospirose, por exemplo.

2. Gera empregos: Redes de saneamento geram empregos. Entre 2005 e 2015, os novos investimentos em saneamento no Brasil sustentaram 142 mil postos de trabalho anuais, gerando mais de R$ 11 bilhões por ano de renda na economia.

3. Colabora com a educação: Crianças que vivem em áreas sem saneamento básico apresentam menor rendimento escolar.

4. Economiza dinheiro público: Estudos apontam que é possível economizar uma fortuna considerando que o saneamento básico proporciona melhorias na saúde, redução da mortalidade infantil etc.

5. Fomenta o turismo: Até o turismo ganha com investimentos em saneamento, já que cidades perdem turistas por falta de infra estrutura adequada.

6. Colabora com o meio ambiente: Investir em saneamento básico é investir diretamente no meio ambiente e numa vida melhor para as próximas gerações. Os dejetos jogados nos córregos e afluentes chegam aos rios. E isso tem reflexo direto no tratamento de água. Ou seja, se os rios estivessem mais limpos, se gastaria menos dinheiro para tratar a água que as pessoas consomem. Isso poderia ter reflexo, inclusive, na tarifa que você paga.

7. Aumenta a produtividade: Uma população com saneamento básico produz mais porque falta menos ao trabalho.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhe no Facebook00
  • Compartilhe no Google Plus00
  • Compartilhe no Twitter


Podemos Ajudar?